Pular para o conteúdo principal

FIDCs derrubaram mitos em 2020 e devem se consolidar em 2021

Publicado em domingo, 17/jan/2021 - 08:00
Capital aberto

A edição online da revista Capital Aberto publicou no dia 17 de janeiro o artigo ‘FIDCs derrubaram mitos em 2020 e devem se consolidar em 2021’ do autor Ricardo Binelli. O texto aborda o excelente desempenho dos FIDCs em 2020, mesmo diante da pandemia da covid19. Para o autor, os FIDCs foram na contramão da crise, apesar do cenário de incredulidade e, terminaram o ano muito acima das expectativas. Resultados atribuídos a sua “eficácia em proteger os patrimônios e em gerar retorno para os seus cotistas, além de terem sido incorporados em definitivo pelo mercado”.

“A antecipação de recebíveis será um grande motor da retomada econômica”

Publicado em segunda-feira, 11/jan/2021 - 16:28
IstoÉ Dinheiro

“A antecipação de recebíveis será um grande motor da retomada econômica’, esse foi o título que a revista Dinheiro deu para uma nota em que entrevistou o diretor da SRM Asset, Paulo Fróes, sobre macroeconomia.

“A regulamentação do setor de antecipação de recebíveis pelo Banco Central (BC) torna o segmento mais seguro, o que pode facilitar a obtenção de crédito pelas empresas, especialmente as de menor porte”, publicou a revista semanal.

CVM pretende criar novas regras de FIDCs e de fundos de investimento em uma mesma resolução

Publicado em terça-feira, 24/nov/2020 - 08:00
Valor Econômico

Na matéria, o presidente da CVM, Marcelo Barbosa, citou modificações que estão sendo estudadas também na regra de ofertas públicas, como a substituição de documentos obrigatórios por outros mais sucintos e objetivos e a reformulação de comunicações feitas durante uma emissão.
“Para os fundos de investimento, uma das medidas que a CVM analisa é permitir que o público em geral invista em fundos que apliquem todos os seus recursos no exterior, o que ainda não é possível.

Outra mudança que estuda é a criação de limites para exposição a risco de capital por parte de classe de cotas destinadas ao público em geral e a investidores qualificados. "No caso dos FIDCs, o que faremos será também submeter a uma discussão de uma série de melhorias, de aprimoramentos a um regime que já vinha se revelando carente de uma atualização", afirmou o presidente da CVM’, diz a matéria.

Os FIDCs são uma boa alternativa de diversificação

Publicado em quarta-feira, 7/out/2020 - 08:00
Valor Econômico

Jornal Valor Econômico

Sob o título “Os FIDCs são uma boa alternativa de diversificação”, o portal Valor Investe, do jornal Valor Econômico, traz um artigo assinado pelo professor universitário e especialista em fundos de investimento, Hudson Bessa, que trata sobre o processo de desbancarização dos investimentos e, como os FIDCs surgem como opção interessante nesse processo.

O artigo discorre sobre o que é um FIDC e sobre a transformação de mercado e baixo risco que ele apresenta, se transformando assim numa alternativa bastante interessante ao investidor que busca diversificação de sua carteira. “A manutenção das taxas de juros em patamares baixos, não necessariamente os 2% ao ano atuais, tende a tornar o produto mais atraente e a despertar o interesse dos investidores.

Por ora, parece que os investidores caminharam tão rápido para as ações que não puderam perceber que o crédito privado é uma boa alternativa de diversificação”, explica o articulista.

Veja a íntegra do artigo no link: https://valorinveste.globo.com/blogs/hudson-bessa/coluna/os-fidcs-sao-uma-boa-alterativa-de-diversificacao.ghtml

ANFIDC em destaque no blog do Trevys

Publicado em terça-feira, 6/out/2020 - 08:00
Trevys

O blog Trevys conversou com o presidente da Associação, Luis Eduardo da Costa Carvalho, sobre o mercado de FIDCs. A entrevista foi dividida em dois posts. O primeiro sob o título “Tecnológicos, ágeis e simples, FIDCs se tornam essenciais para movimentar economia” e, o segundo sob o título “Para presidente da Anfidc, desempenho dos FIDCs minimizam efeitos causados pela crise da Covid-19.”

Nos links abaixo você tem a íntegra dos textos:

https://trevys.com.br/2020/10/06/para-presidente-da-anfidc-desempenho-dos-fidcs-minimizam-efeitos-causados-pela-crise-da-covid-19/

https://trevys.com.br/2020/10/13/tecnologicas-ageis-e-simples-fidcs-se-tornam-essenciais-para-movimentar-economia/

FIDC volta a liberar crédito para pequenas empresas

Publicado em quarta-feira, 9/set/2020 - 08:00
Valor Econômico

O jornal Valor Econômico trouxe matéria no último dia 9 de setembro, produzida a partir de dados da consultoria Uqbar, que apontava que, “depois de segurar recursos na fase aguda da crise, os fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCs) que financiam as pequenas e médias empresas estão voltando a liberar dinheiro para esse perfil de negócio”.

A reportagem mostrou que o setor de FIDCs Multicedentes e Multissacados sofreu pouco durante o momento mais tenso da pandemia no mercado financeiro. A matéria trouxe alguns dados do setor, com última atualização em julho, apontando que alguns administradores e gestores desses fundos seguraram o crédito novo para se concentrar na renegociação e acompanhamento daqueles já concedidos.

FIDC pode ser opção em tempos de juros baixos

Publicado em domingo, 30/ago/2020 - 08:00
Suno Research

O portal Suno Notícias trouxe relevante entrevista com o Paulo Froes, diretor da SRM Asset, que apontou que o “FIDC pode ser opção em tempos de juros baixos”

Em formato de ‘ping pong’, a entrevista traz algumas visões interessantes e positivas para o setor. Quando perguntado “como a redução na taxa de juros está impactando o mercado de crédito, os FIDCs estão ganhando atratividade”, Paulo Froes explicou que “Se você pegar a trajetória dos FIDCs de modo geral, o produto sempre esteve presente no mercado, em momentos mais ou menos atrativos. Em 2018, 2019, quando o Brasil estava saindo da crise que começou lá em 2015, a taxa de juros estava na casa dos 8% mais ou menos e em 2019 já estava na casa dos 5%, mas o ponto é que você viveu um cenário de juros altos por muito tempo. O investidor sempre esteve muito calcado em Bolsa e títulos públicos. Antes da crise, em um cenário de redução de taxa de juros, o spread de crédito acompanhou o mesmo movimento. Apenas um percentual do CDI deixou de ser atrativo e hoje você fala de CDI mais alguma coisa e isso o FIDC pode oferecer”.

Saindo do forno

Publicado em quarta-feira, 19/ago/2020 - 08:00

A coluna Capital, dos jornalistas Rennan Setti e Mariana Barbosa, publicada no jornal O Globo destaca o lançamento de um FIDC de R$ 300 milhões. A estruturação é da gestora Empírica e a Galápagos.

O FIDC Santa Cruz Capital nasce com foco nos pequenos fornecedores de grandes companhias, a começar pelos setores de automobilístico e supermercadista. A estimativa é que o fundo atinja esse valor no seu primeiro ano de operação.

R$ 1 trilhão nos próximos três anos

Publicado em sexta-feira, 7/ago/2020 - 08:00
Valor Econômico

Em matéria publicada no portal Valor Investe, foi declarado que: "o mercado de fundos alternativos pode bater R$ 1 trilhão nos próximos três anos." De acordo com publicação, os FIDCs, FIPs e Fundos Imobiliários estão crescendo exponencialmente nos últimos meses.

Esse movimento atualmente é puxado pela redução da Selic, que cria um cenário de maior tomada de risco pelos investimentos. Outra questão que corrobora para esse crescimento no futuro é a possibilidade que a CVM está colocando de abrir os investimentos em FIDCs para pessoas físicas.

ANFIDC é destaque no portal EQI

Publicado em segunda-feira, 3/ago/2020 - 08:00

ANFIDC é destaque no portal Eu Quero Investir. O portal que tem como foco conteúdos sobre investimentos e, neste mês fez uma abordagem sobre FIDCs.

Com o tema “FIDC: Renda fixa para quem tem mais de R$ 1 milhão”, o texto aborda didaticamente o que é um FIDC, como investir nesta modalidade de fundos e quais são os prós e contras. Na oportunidade, o presidente Luis Eduardo da Costa Carvalho, fala sobre a rentabilidade que a modalidade atinge, pela diversificação em suas carteiras.