Pular para o conteúdo principal
ANFIDC: 10 anos de confiança e crescimento

ANFIDC: 10 anos de confiança e crescimento

Em clima de comemoração, a quarta versão do Encontro Nacional ANFIDC 2019 celebrou os 10 anos da Associação Nacional dos Participantes em Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios Multicedentes e Multissacados – ANFIDC.

Publicado em: 29 de Outubro de 2019

O presidente Paulo Schonenberg fez uma reflexão da década com uma retrospectiva contada na linha de tempo da entidade estampada no evento. Debateu o mercado de FIDCs, num espaço privilegiado que mobilizou investidores, gestores, reguladores, agentes de classificação de risco, empresas e profissionais do setor para ampliar a confiança e o crescimento da indústria.

Foi uma oportunidade para lembrar as conquistas e trocar experiências, ampliar o conhecimento e aproveitar o networking.

Veja a linha do tempo da história da ANFIDC.

2019 – Confiança e crescimento

Assume nova diretoria executiva para o triênio 2019-2022: Luis Eduardo da Costa Carvalho (presidente), Claudio Halaban (vice-presidente), Paulo Schonenberg (diretor de Comunicação), Klever Lairana (diretor Operacional), Alexandre Silveira (diretor Jurídico) e Samuel Garson (diretor Comercial).

Promove dois webinares relacionados a assuntos jurídicos e de interesse dos associados.

Atinge a 132 fundos associados, representando 76% de patrimônio líquido do total de 19,7 bilhões dos FIDCs existentes.

Participa como amicus curiae – a convite do STJ –, no processo que trata da validade de cláusula que estabelece a coobrigação e/ou direito de regresso em favor do FIDC, obtendo decisão favorável à indústria de FIDC.

2018 – Representação

Participa de discussões no Congresso Nacional sobre o Projeto de Lei das Duplicatas Escriturais.

Estabelece regras para reuniões mensais, trazendo associados para participação democrática nos encontros da diretoria executiva.

Participa – por solicitação da CVM – do projeto para redução do custo de observância, auxiliando na identificação das ineficiências da regulação.

Contrata Assessoria de Imprensa para gerar visibilidade na mídia e ampliar o conhecimento junto aos influenciadores do setor.

2017 – Influência

Inicia as tratativas com a CVM sobre propostas de alteração da ICVM 356, que regulamenta os FIDCs.

Reformula Estatuto Social.

Participa no Congresso Nacional das discussões da MP no 775, depois convertida na Lei no 13.476, sobre registro de ônus e gravames sobre ativos financeiros em registradoras e depositárias.

Alinha entendimentos com a Secretaria da Presidência do Ministério da Fazenda no que se refere à Resolução no 3.922, do CMN, que trata dos investimentos realizados por RPPS.

Lança circulares mensais para os associados, divulgando as decisões, direcionamento e tratamento dos assuntos debatidos nas reuniões da diretoria.

2016 – Consolidação

Obtém manifestação favorável do Colegiado de consulta sobre a possibilidade de FIDCs padronizados adquirirem créditos cedidos por empresas em recuperação judicial.

Elege nova diretoria para 2016-2019: Paulo Schonenberg (presidente), Claudio Halaban (vice-presidente), Alexandre Silveira (diretor Jurídico), Klever Lairana (diretor Operacional), Alberto Gonçalves (diretor de Eventos) e Francisco Carvalho (diretor Institucional).

Apoia a Anbima no desenvolvimento de questionário padrão de contratação do consultor de crédito por administradores dos FIDCs.

2015 – Convivência

Realiza reunião com agências de classificação, associados e players de mercado para discutir a possibilidade de aquisição de créditos de sociedade em recuperação judicial por FIDC.

Apresenta consulta à CVM requerendo a confirmação de que FIDCs padronizados podem adquirir créditos cedidos por empresas em recuperação judicial.

Realiza o primeiro café da manhã com associados em São Paulo, uma iniciativa para se aproximar dos associados e debater temas de interesse da indústria dos FIDCs.

2014 – Transparência

Realiza o 1o Encontro Nacional ANFIDC, apresentando quatro painéis de discussão, democratizando a conversa entre os stakeholders do setor. 

Atinge 62 filiados.

2013 – Inovação

Desenvolve e disponibiliza para todos os associados a ferramenta de “Gestão de Documentos”, no Portal ANFIDC, para assinaturas digitais e de documentos eletrônicos nas operações dos FIDCs.

Participa da audiência pública da CVM que resultou na ICVM 531. Várias de suas sugestões são acatadas, entre elas, o uso de lastro eletrônico e os fundos regulados pela ICVM 555 adquirem cotas de FIDC-NP.

2012 - Relacionamento

Amplia o relacionamento com os agentes reguladores, fornecendo as informações sobre os processos de gestão e peculiaridades do negócio, alinhando-se aos direcionamentos do mercado.

Apresenta parecer – a pedido da CVM – sobre a validade da emissão de duplicatas digitais, o que viria a auxiliar nas discussões sobre a mudança da ICVM 356.

Oferece novo convênio para os associados com agências de classificação de risco, para análise e rating.

2011 – Visão

Revitaliza a identidade visual, modernizando a logomarca.

Registra o domínio e lança a sua página na internet: www.anfidc.com.br.

2010 – Determinação

Ganha o primeiro desenho organizacional com o Alberto Gonçalves (presidente) e Alexandre Silveira (vice-presidente).

Faz primeiro acordo comercial com a Standard & Poor’s, beneficiando associados na contratação de classificação de risco para as cotas dos fundos.

2009 - Pioneirismo

A ANFIDC é constituída para representar o interesse dos gestores e consultores de crédito dos Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios Multicedentes e Multissacados, e tem como fundadores Antonio Carlos Donini, Sergio Dagostim, Luiz Fernando Vasconcelos e Alberto Gonçalves.

Registro do estatuto social no 4º Cartório Oficial de Registro de Títulos e Documentos e Cível de Pessoa Jurídica, sob o número 562689, em 16 de junho.